• projetos,  TN

    Em Busca da Torre Negra, Stephen King

    Olá pessoal, eu sou o Rogério e estou aqui para falar de um projeto que pretendo iniciar ainda em 2018: Projeto: Em busca da Torre Negra, que consiste em ler e resenhar os 8 livros da saga e mais alguns livros e contos que estão interligados com o universo do Mundo Médio, que é por onde se passa a história de Roland e seus amigos. 

  • RESENHA

    Resenha | A Quinta Estação, N. K. Jemisin

    N. K. Jemisin foi a ganhadora do Hugo Awards três vezes consecutivas pela série A Terra Partida, com os livros A Quinta Estação, O Portão do Obelisco e The Stone Sky (título ainda não traduzido no Brasil) respectivamente. A premissa da série apresenta elementos de fantasia e também de ficção científica, meus dois gêneros favoritos. Tudo isso para dizer a vocês que iniciei essa leitura sem saber muito o que esperar dela, ao mesmo tempo que nutri todas as expectativas possíveis.

  • RESENHA

    Crônicas de Espada e Feitiçaria, Gardner Dozois

    Quando me deparei com o lançamento de Crônicas de Espada e Feitiçaria, o time de autores que compõem a antologia me encheu os olhos, especialmente os que eu já sou bastante fã, como Robin Hobb, Scott Lynch e George R. R. Martin. Mas também a promessa de conhecer a escrita de autores renomados que ainda não vieram para o Brasil também garantiu parte da empolgação.

  • Indicações

    5 livros viciantes

    Olá abduzidos, tudo bem com vocês?

    Na semana passada assisti um dos vídeos recentes do canal Livros e Fuxicos, onde a Paola lista alguns livros viciantes, que prometem prender a sua atenção e te fazer devorá-los bem rápido. Pensando muito nisso, decidi montar também a minha listinha com recomendações do tipo. Alguns deles podem ser ideais para quem está começando a ler ou para leitores que estão passando pela famigerada ressaca literária.

  • RESENHAS

    Resenha | A Princesa Prometida – William Goldman

    Você está pronto para ler a melhor história de amor (também divertida, incomum e cheia de aventuras) já escrita?

    Esperava várias coisas de A Princesa Prometida, mas o livro em si me entregou muito mais. Sobre todas as surpresas, a narrativa recheada de sátiras e um humor descomedido foram o que mais me empolgaram durante a leitura.

    Pode-se dizer que o livro nos apresenta duas histórias. Sobre A Princesa Prometida, é claro, e também a de William Goldman, que ao contrário do que se espera, se diz não ser o autor da obra. Segundo ele, o grande criador se chama S. Morgenstern. William nos envolve contando sobre a sua relação pessoal com a história, mostrando o porquê ela é tão especial para ele, e consequentemente, o motivo dele querer publicá-la. Por hora, o que você precisa saber é que, segundo o autor, ele conheceu essa história aos 10 anos, quando seu pai decidiu ler para ele.

  • Leia Mulheres

    Para cada autor, uma autora.

    Olá abduzidos, tudo bem com vocês?

    Nunca é tarde para construir metas, ainda mais quando estamos consideravelmente no início do ano. Quando se trata dos meus gêneros favoritos, fantasia e ficção científica, infelizmente temos autores predominantes do gênero masculino no mercado, o que vem mudando (muito) aos poucos.

    Fiz um levantamento rápido das minhas leituras do ano passado voltadas a esses gêneros, e percebi que acabei por ler mais livros escritos por homens do que mulheres, algo que pretendo mudar.