Resenha | A Princesa Prometida – William Goldman

Você está pronto para ler a melhor história de amor (também divertida, incomum e cheia de aventuras) já escrita?

Esperava várias coisas de A Princesa Prometida, mas o livro em si me entregou muito mais. Sobre todas as surpresas, a narrativa recheada de sátiras e um humor descomedido foram o que mais me empolgaram durante a leitura.

Pode-se dizer que o livro nos apresenta duas histórias. Sobre A Princesa Prometida, é claro, e também a de William Goldman, que ao contrário do que se espera, se diz não ser o autor da obra. Segundo ele, o grande criador se chama S. Morgenstern. William nos envolve contando sobre a sua relação pessoal com a história, mostrando o porquê ela é tão especial para ele, e consequentemente, o motivo dele querer publicá-la. Por hora, o que você precisa saber é que, segundo o autor, ele conheceu essa história aos 10 anos, quando seu pai decidiu ler para ele.

Só que não foi uma leitura comum. Willian conta que, muito mais tarde ele descobre a forma com que seu pai decidiu contar essa história: excluindo as partes chatas e se concentrando somente nas partes boas. Naquela época, o que o entusiasmou de verdade foi tudo o que seu pai prometeu sobre a leitura. “Esgrima. Luta. Tortura. Veneno. Amor verdadeiro. Ódio. Vingança. Gigantes. Caçadores. Homens maus. Homens bons. As moças mais bonitas. Cobras. Aranhas. Criaturas de todos os tipos e formas. Sofrimento. Morte. Homens corajosos. Homens covardes. Os homens mais fortes. Perseguições. Fugas. Mentiras. Verdades. Paixões. Milagres”. Então, quando a história de A Princesa Prometida de fato começou, eu também esperei por tudo isso.

Buttercup é uma das mulheres mais lindas do mundo, e tem o potencial para se tornar a número um. Só que antes de chamar a atenção do príncipe Humperdinck de Florin, seu coração pertencia ao garoto da fazenda, que anos antes partiu para a América com o intuito de enriquecer e oferecer a ela um bom futuro. O garoto, no qual se chamava Westley, morre ainda a caminho do seu sonho, e com isso, o coração de Buttercup perde a vida junto com o seu amor verdadeiro. Agora, prestes a ser apresentada à sociedade como a noiva de Humperdinck, Buttercup acaba atraindo diversos olhares, alguns deles com intenções nem um pouco boas.

A história se torna ainda mais interessante quando conhecemos uma gangue constituída por três personagens incomuns. Vizzini, Inigo e Fezzik. A princípio, não dei muita importância a eles, imaginei que seriam algo próximo aos trapalhões, mas a história surpreende mais uma vez quando resolve desenvolvê-los, em especial Inigo e Fezzik, que acabaram se tornando meus personagens favoritos. Fezzik, o gigante turco de bom coração, que o que tem de tamanho, não tem de cérebro, mas que ao mesmo tempo adora fazer rimas. E Inigo, o bruxo espadachim que só pensa em se vingar do assassino de seu pai. A história dá uma guinada e de repente você se vê torcendo para os supostos vilões.

Resultado de imagem para inigo montoya gif

Não é um livro para se levar totalmente a sério, então não se espantem com as inúmeras situações inverossímeis que ele apresenta, porque o autor brinca e satiriza diversas situações comuns em histórias de romance ou fantasia. Morgenstern e William compartilham de um humor atípico e semelhante um do outro (até demais), e a narrativa se torna um tanto duvidosa. Falhei ridiculamente ao tentar distinguir até que ponto aquilo que estava diante de mim era verdade, ou se estavam tirando uma com a minha cara (desconfio que foi muito mais a segunda opção). O pior de tudo é que isso também foi muito hilário, e o meu consolo é saber que não fui a única a ser enganada, muito pelo contrário, essa é uma consequência quase natural para qualquer leitor dessa história.

Mas não se equivoquem, a trama não é somente divertida. Mais para o final do livro, algumas coisas tensas começam a acontecer, e eu fiquei com o coração muito apertado. Me senti um tanto traída. Não era para ser uma história leve, divertida , beirando o ridículo com tantos absurdos? Deixem meus personagens queridos em paz! Mas a moral da história, e o que Willian tenta nos ensinar, é que a vida não é justa e nós precisamos aprender a lidar com isso. Então, preparem-se.

A Princesa Prometida é sim, uma história sobre sobre “Esgrima. Luta. Tortura. Veneno. Amor verdadeiro. Ódio. Vingança. Gigantes (…)”. Enfim, sobre tudo aquilo que o pai de William prometeu a ele, contada através de uma narrativa deliciosamente cômica que arranca gargalhadas; é quase impossível passar uma página inteira sem rir. A intromissão de Willian com textos em itálico compartilhando sua própria experiência de leitura, nos alertando do que está por vir ou justificando algum corte da “obra original” torna a leitura muito incomum e surpreendente.

Logo quando estava no finalzinho do livro, aproveitei para conferir o filme. Ele é bem legal e fiel, principalmente na caracterização dos personagens (com exceção de Humperdinck) mas é óbvio que o livro entrega muito mais coisa. Senti falta principalmente de alguns backstories e do temível Zoológico da Morte. E obviamente a narrativa espirituosa, que é o grande diferencial do livro, também se perde na adaptação. Então, se você já gosta do filme, a leitura se torna indispensável, porque com certeza irá amar o livro. Foi uma das leituras mais gostosas e diferenciadas que já fiz e não vejo a hora de fazer uma releitura.

E só para complementar: essa é uma das edições mais lindas que tenho na minha estante, está magnífica! ❤

Exemplar cedido em parceria com a editora.


INFORMAÇÕES SOBRE O LIVRO

A princesa prometidaTítulo: A Princesa Prometida
Autor: William Goldman
Tradução: Alice Mello
Editora: Intrínseca
Ano: 2018
Páginas: 416
Skoob | Goodreads | Amazon

SINOPSE: Buttercup é uma camponesa que se apaixona perdidamente por Westley, o jovem humilde que trabalha na fazenda do pai dela. Juntos, eles descobrem o amor verdadeiro, mas um trágico acidente envolvendo um navio pirata os separa.
Em poucos anos, Buttercup se torna a mulher mais bonita de todos os reinos e acaba sendo pedida em casamento pelo sádico príncipe Humperdinck. Mas nada, nem um poderoso príncipe amante da caça, é capaz de separar esse amor, e o destemido Westley volta para resgatar sua princesa que foi prometida a outro.
Em uma paródia aos épicos clássicos, William Goldman escreve um divertido romance com direito a tudo que o gênero tem a oferecer: piratas, duelo de esgrima, traições, tramas políticas da realeza e um romance apaixonante. Esta edição de luxo em capa dura traz os textos extras que William Goldman escreveu para as edições comemorativas de 25 e 30 anos da obra original – que misturam ficção e realidade e ajudam a compor o universo emblemático que transformou a obra em um fenômeno.

5 comentários

  • Jéssica Rabelo

    Oii Gisele.
    Eu nunca assisti o filme e nem sabia que tinha livro que deu base a obra. Iria achar Ilário ver as intromissões de William.
    Esse livro não faz meu forte de leitura, mas gostei da maneira com o qual a narrativa se faz. Acho que isso me motiva a leitura.
    Gostei bastante da proposta e sua resenha está um espetáculo.
    Beijos.

  • Viviane Almeida

    Olá Gisele, tudo bem? Tive que pular boa parte da sua resenha porque estou lendo esse livro agora e tenho muito problema com spoiler, viu! Mas, assim que eu terminar o livro volto aqui e leio toda a sua resenha. Então, eu recebi esse livro da intrínseca de presente de aniversário e menina, nem sabia que eles tinham o meu endereço, quase morri de felicidade…kkk

    Estou lendo e amando tudo nesse livro, não conhecia o filme mas, assim que eu terminar a leitura vou correndo procurar o filme para assistir. As suas fotos ficaram maravilhosas, espero conseguir fazer umas bonitinhas para a minha resenha.

    Beijos e Abraços Vivi
    Resenhas da Viviane

  • Amor pelos Livros

    Oieeeee Giseleeeee,
    Estou impactada aqui nesse momento… pelo simples fato de ser apaixonada pelo filme e estar descobrindo agora que TEM UM LIVRO?!?! MEO DEOS, EU PRECISO PARA ONTEM SOCORROOOOO…
    Os personagens são maravilhosos, a história meio maluca mas é tão apaixonante, eu ainda não tô acreditando, já estou colocando na minha lista para ser a próxima compra!!!!! Haaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa, socorrroooo kkkkkkkk amei a resenha, quero ler!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *