RESENHA

Resenha | Os Noivos do Inverno, Christelle Dabos

Eu não pretendia ler Os Noivos do Inverno agora, mas estava organizando a prateleira onde o livro fica e o peguei para dar uma folheada na edição – quem é leitor sabe o quanto é prazeroso ficar babando nos livros.  Abrir a primeira página foi um caminho sem volta, porque eu me deparei com uma escrita tão gostosa e peculiar que simplesmente não consegui mais largar.

À princípio essas peculiaridades nos é revelada através de Ophélie, que é capaz de ler o passado dos objetos com um toque e também atravessar espelhos. Além dos seus poderes únicos, ela se apresenta de maneira incomum: roupas antigas, óculos de aros largos e cachecol desgastado. Ophélie leva uma vida feliz e tranquila em Anima, trabalhando em um museu onde pode usufruir do seu poder.

Entretanto, sua paz está prestes a acabar quando ela é prometida em casamento à Thorn, um homem enigmático e taciturno que mora em uma região distante. Ophélie terá que deixar toda a sua vida, parentes e amigos para acompanhar seu noivo até a Cidade Celeste, também conhecida como Polo. Em um terreno desconhecido, com pessoas e costumes completamente diferentes daquele em que cresceu, ela terá que lidar com situações extremamente difíceis sem poder confiar em ninguém.

Essa foi uma leitura que me deixou fascinada e com os olhos brilhando. Tudo é tão diferente! Cada vez que uma parcela do mundo era revelada eu me sentia instigada a devorar o livro para compreender como tudo funciona. A escrita é leve, fluida e muito gostosa. Quando você menos imagina já foram mais de 100 páginas e o ritmo não diminui. Eu terminei essa leitura viciada na narrativa da autora, querendo ler mais coisas dela.

Os personagens foram muito bem apresentados. A maioria possui tantas camadas que ainda são uma incógnita para mim, com exceção de Ophélie, a quem me conectei muito rápido, e também tia Roseline, quem desejei proteger de tudo e todos. Ophélie não precisou de muito esforço para me conquistar. Ela é bastante diferente das personagens nas quais estou acostumada a acompanhar – mais reservada, quieta e na maioria das vezes consegue passar despercebida. E não é que me vi um pouco nela? Rs. No mais, me sinto extremamente intrigada para continuar conhecendo as reais motivações de cada personagem.

Ler um objeto exige esquecer-se um pouco de si para dar espaço ao passado dos outros. Passar por espelhos exige enfrentar a si mesmo. É preciso ter estômago, sabe, para se olhar bem nos olhos, se ver como é, mergulhar no próprio reflexo. Aqueles que escondem o rosto, que mentem para si, que se veem melhores do que são , nunca conseguiriam”.

O tom que a história possui me lembrou um pouquinho de Orgulho e Preconceito, o que me fez amá-la ainda mais. Ophélie e Thorn não se conhecem e há uma grande dificuldade na comunicação entre eles, mas não se preocupem, isso não prejudicou a história, até porque essa atitude condiz com o jeito reservado dos dois. Estou convencida de que nada é como as aparências revelam e há muito mais por debaixo das máscaras.

Mas nem tudo são flores. Imaginando que a história permaneceria leve, eu nem imaginava tudo o que estava por vir. Enquanto estava maravilhada com todas as suas particularidades, não percebi a rede de intrigas que estava à minha espera. Quando dei por mim, minha cabeça estava quase explodindo por causa das tramas políticas. E eu achando que não poderia me surpreender mais. Mas isso só fez a história ganhar mais pontos comigo, porque este é um aspecto que eu adoro. E o que acontece neste livro não é para amadores, fiquem avisados.

Como já disse, quando finalizei a leitura não só quis ler tudo da autora, como desejei desesperadamente ter a continuação dessa história em mãos. Os Noivos do Inverno foi uma leitura deliciosa, que me encantou pela originalidade. A partir de agora pretendo repetir o feito de pegar livros aleatoriamente na estante e apostar que a leitura seja tão gostosa e surpreendente quanto esta.


Os Noivos do Inverno

Título: Os Noivos do Inverno (A Passa-Espelhos #1)
Autora: Christelle Dabos
Tradução: Sofia Soter
Editora: Morro Branco
Ano: 2018
Páginas: 416
Skoob | Goodreads | Amazon

SINOPSE: Honesta e cabeça-dura, Ophélie não se importa com as aparências. Mas, por baixo de seus óculos de aros largos e cachecol desgastado, a garota esconde poderes únicos: ela pode ler o passado dos objetos e atravessar espelhos. A vida tranquila que leva em Anima se transforma quando Ophélie é prometida em casamento à Thorn, herdeiro de um distante e poderoso clã.
Agora, ela terá que deixar para trás tudo o que conhece e seguir seu noivo até Cidade Celeste, a capital flutuante de uma gelada arca conhecida como Polo. Ali, o perigo espreita em cada esquina, e não se pode confiar em ninguém. Sem se dar conta, Ophélie torna-se um peão em um jogo político mortal, capaz de mudar tudo para sempre.
Vencedor do Grand Prix de l’Imaginaire.

7 Comentários

  • Jessica Rabelo

    Oi Gisele.
    Eu gosto bastante de livros que tem essas tramas políticas, escrita peculiar e romances. Fiquei louquinha para ler essa obra, porque muito embora não tenha certezas se vá gostar do livro, a maneira como tudo se dá parece ser bem instigante e essas são as leituras que me prendem mais.
    Amei sua resenha.
    Beijos.
    Fantástica Ficção

  • Jacqueline Vasconcelos

    Oi,tudo bem?

    Não conhecia o livro, mas a proposta me chamou atenção desde a primeira frase kkkkkk. Gostei bastante do seu ponto de vista, em saber que os personagens são bem apresentados e o tom que a trama ganhará. Com toda certeza é uma ótima indicação e adicionei aqui em outra aba na lista de desejados da Amazon.

  • Clube do Farol

    Eu vi a capa desse livro infinitas vezes no Instagram, mas nunca parei para ler nem a sinopse. Que raiva de mim agora, rs. Ele parece ser maravilhoso! Eu queroooooo! Gosto de livros peculiares que nos surpreendem e tenho uns 98% de certeza que vou amar a Ophélie.
    E se eu já não estivesse com vontade de ler esse livro o suficiente, você ainda tem que mencionar Orgulho e Preconceito. Zeus do céu, Poseidon do mar… Preciso desse livro!
    Parabéns pela resenha!
    Bjo
    ~ Danii

  • Viviane Almeida

    Oi Gisele, tudo bem?
    Ano passado eu assinei a caixinha do turista literário e, esse livro veio com vários mimos lindos, uma bolsinha chique e um perfume, que estão expostos na minha prateleira. Na hora fiquei com muita, muita vontade mesmo de lê-lo mas, com tantos trabalhos na faculdade e na escola onde leciono, acabei perdendo o interesse mas, esse ano pretendo ler com toda certeza…hehe

    Sua resenha fico muito fofa e com muitos detalhes da obra! Acredita que a minha edição ainda está embalada? Nem tirei do plastico para não estragar, quero sentir o cheiro de novo na hora da leitura.

    Beijos e Abraços VIVI
    Resenhas da Viviane

  • Jessie Faustino

    Hey, Gi. Tudo bem?
    Já me peguei sendo atraída pela capa de “Os Noivos de Inverno” no Instagram por diversas vezes, mas acredita que na pressa com que rolamos o feed, nunca parei para saber mais sobre ele? Lendo sua resenha agora percebi que ele se trata de um livraço daqueles (e que já estou com vontade de por as minhas mãos, ou seria os olhos? ^^). Realmente fiquei bastante animada com o que você descreveu desse livro da Christelle, e curiosa para conhecer o mundo que existe nessa história.

    Com carinho,
    Jessie do blog Cacto Florido 🌵

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *