• Resenha | O Aprendiz de Assassino, Robin Hobb

    A #MML2018 (Mega Maratona Literária 2018, ou como eu carinhosamente chamo, Melhor Maratona Literária) foi criada pelo Victor do Geek Freak, com o intuito de dedicarmos as primeiras semanas dos próximos 6 meses para ler os livros encalhados da estante. Preciso explicar o porquê essa é a melhor maratona? Finalmente pude me organizar e encontrar um espaço entre as leituras de parcerias e os famigerados furadores de fila para ler livros esquecidos, que seguem tímidos e ofuscados pelos lançamentos tentadores.

    Creio que eu não poderia ter começado melhor, porque ao iniciar O Aprendiz de Assassino me reencontrei com Robin Hobb, a autora do “amor à primeira história”. O Navio Arcano continua sendo o meu livro favorito dela, mas este me trouxe uma experiência diferente, ao mesmo tempo em que reforçou as características que mais gostei  com relação a sua escrita: a narrativa detalhada, capaz de descrever cenários e sentimentos com muita precisão, além do seu dom para construir personagens. Principalmente os odiosos.