Curiosidades | Duna – Frank Herbert

Se você ainda não conhece, Duna é considerada uma das maiores obras de ficção científica, foi traduzida em dezenas de idiomas e o primeiro livro vendeu mais de 12 milhões de cópias, tornando-se o maior best-seller do gênero. Toda a série vendeu cerca de 20 milhões.

Frank Herbert, o autor, nasceu em Tacoma, Washington. Não se formou em nenhuma faculdade, porque só estudava o que lhe interessava e não conseguia concluir os outros cursos necessários. Teve dificuldades para se fixar em um emprego e acabou passando por uma grande variedade de trabalhos, como fotógrafo, instrutor de sobrevivência na selva, psicanalista, professor de escrita criativa, repórter e editor de vários jornais.

FRANK_HERBERTFrank Herbert

Em 1959 começou a trabalhar em Duna, podendo se dedicar à obra em tempo integral. A ideia surgiu quando ele deveria escrever um artigo sobre as dunas de areia de Florence, no Oregon, mas acabou se empolgando bastante e reuniu um material muito maior do que o necessário para o artigo, que acabou servindo de base para a construção de sua obra. Depois de seis anos de pesquisa e trabalho, Duna foi concluído em 1965. O artigo, nunca foi escrito.

Foi publicado na revista Analog em dois volumes separados, a primeira parte em 1963 e a conclusão, em 1965. Antes de finalmente ser aceito, foi rejeitado por mais de 20 editoras.

Ele ganhou o prêmio Nebula pelo melhor romance em 1965 e dividiu o prêmio Hugo em 1966.

O destaque da obra de Frank Herbert e a diferença para os demais livros do gênero, foi omitir a tecnologia do seu universo e focar no futuro da humanidade. Em Duna, ele retrata um mundo medieval distópico, com personagens complexos, raças e culturas peculiares, tramas políticas e questões filosóficas.

O autor escreveu as sequências Messias de Duna (Dune Messiah – 1969), Filhos de Duna (Children of Dune – 1976), O Imperador Deus de Duna (God Emperor of Dune – 1981), Os Hereges de Duna (Heretics of Dune – 1984) e As Herdeiras de Duna (Chapterhouse: Dune – 1985). Também escreveu mais de outros 20 títulos, sem relação com a série.

Em 1984 Duna ganhou sua primeira adaptação para o cinema, dirigida por David Lynch. Em 2000, foi adaptado para uma mini-série de TV pelo Sci Fi Channel, e por conta do sucesso comercial, o canal continuou a saga em 2003, com outra mini-série intitulada Filhos de Duna.

57vahlaorefyDuna, por Marc Simonetti

Frank Herbert escreveu seu último livro sobre a série em 1985, As Herdeiras de Duna, e deixou em aberto várias possíveis sequências para a saga, com a pretensão de continua-la, porém faleceu em fevereiro de 1986, aos 65 anos, por causa de um câncer no pâncreas.

Brian Herbert – filho de Frank Herbert – e Kevin J. Anderson deram continuidade à série a partir de anotações de Frank, mas os livros não alcançaram o mesmo clamor dos leitores que a série original.

No Brasil, todos os volumes escritos por Frank Herbert foram publicados pela editora Nova Fronteira entre as décadas de 80 e 90. Este ano a editora Aleph vem republicando a série, lançando até o momento “Duna”, “Messias de Duna”, “Os Filhos de Duna” e em breve “O Imperador Deus de Duna”, todos retraduzidos, reeditados e com capas exclusivas.

Livros publicados pela editora Nova Fronteira

serie-lendas-de-duna-frank-herbert-epub-original-D_NQ_NP_17376-MLB20136669035_072014-F

Livros publicados pela editora Aleph

Fonte: dunenovels.com / Wikipedia


Compre na Amazon | Duna | Messias de Duna | Filhos de Duna

12 comentários

  • Ariela Oliveira

    Olá! Não conhecia a série de livros, mas o que mais me chamou a atenção foi a excentricidade de Frank Herbert, não cursou nenhuma faculdade porque estudava somente o que lhe interessava, mas escreveu livros de tanto sucesso. Se ele não é um gênio não sei quem pode ser considerado um.. Parabéns pelo post, bjs

  • Amor pelos Livros

    Oohhhhh Gossshhhh, quero demais esse livro. Ele está lá na minha listinha de desejados da Amazon, agora é que tiro ele de lá mesmo e trago para ficar na minha estante. Não sabia que era uma série, amei a capa e a sinopse e fiquei curiosa, mas agora é que vou ler mesmo.
    Amei a dica!

  • blogcomv

    Olá!

    Eu sequer havia ouvido falar no autor ou na série, mas fiquei encantada ao saber mais sobre ele, gosto bastante de posts assim 😀 Dicas diferentes sempre são bem vindas e autores novos para colocar na estante também!

    Um beijo, Carol
    blogcomv.org

  • clubedofarol

    Eu já tinha visto algo sobre Duna, mas eu podia jurar que era só um livro e que não era antigo, mas recente, rs. Olha o nível de desconhecimento da pessoa, rs.
    Gostei de saber mais sobre o autor, é uma pena que ele tenha deixado várias possíveis sequências em aberto, acho que fica aquele sentimento de “incompleto” na saga, mesmo o filho e o outro autor tentando escrever por meio de anotações, não é a mesma coisa. Tenho medo que aconteça isso com o George R. R. Martin :/.
    Parabéns pelo post!
    Bjo
    ~Danii

  • gataliteraria

    Oi Gi, adorei seu lost! Eu já tinha visto o livro e o achei lindo (essa nova edição lançada recentemente) e eu já tinha assistido ao filme muitos anos atrás. Mas não sabia nada sobre o autor nem que existinham outros livros ! Fiquei maravilhada e te agradeço muito! Já quero todos kkk

  • Isis Melo

    Adorei a resenha, nunca ouvi falar do livro,mas depois dessa com certeza enteou para minha lista ,o que era para ser um simples arrigo se transformou em um livro, que pelo o que parece, incrivel.

  • cancaodoslivros

    Olá! Tudo bem?
    Fiquei muito curiosa sobre essa série, as edições pela Editora estão lindas, capa dura e diagramação arrasando 💖😍 Vi esse livro na Saraiva e não levei porque ainda não havia visto nenhuma indicação, e mesmo com a sinopse não me despertou a atenção mas agora já adicionei na lista para não esquecer 💖
    Beijos 😘

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *