• 5 Motivos

    5 motivos para ler | Inferior é o Car*lhø, Angela Saini

    Temos diversas formas de mostrar como o machismo está enraizado em nossa sociedade. Angela Saini escolheu desmistificar a ciência, mostrando como ela se equivocou no passado. Ela joga luz em diversas questões que esclarecem as mentiras que a ciência propagou sobre as mulheres e como isso contribuiu na desigualdade entre os gêneros. Essa desigualdade não surgiu por acaso, ela é o reflexo de uma sociedade que há muito tempo se equivocou ao designar o papel da mulher.

  • RESENHA

    Resenha | A Pequena Sereia e o Reino das Ilusões, Louise O’Neill

    Sou fã declarada dos filmes da Disney, então não é preciso muito para despertar o meu interesse quando o assunto é releituras de tais histórias. Ao saber do lançamento de A Pequena Sereia e o Reino das Ilusões pela Darkside Books, além da edição (que merece um tópico só para enaltecê-la), saber que o livro de Louise O’neill traria a história sob um viés feminista me deixou ainda mais empolgada para conhecê-la.

  • Indicações

    5 livros para aquecer o coração

    Olá abduzidos, tudo bem com vocês?

    O outono chegou, e com ele a promessa de dias com a temperatura mais amena, ideal para tomar aquele chazinho ou até mesmo nosso apreciado chocolate quente. Para manter o coração quentinho também, hoje trago a recomendação de 5 livros que são capazes de despertar os melhores sentimentos.

  • RESENHA

    Resenha | Francis, Loputyn

    Foi amor a primeira folheada. Eu já sabia que iria gostar de Francis por motivos de: bruxas. Eu amo essa temática e estou sempre disposta a consumir histórias que a envolvem, antes mesmo de saber algo sobre a premissa. Quando o livro chegou, fiquei maravilhada com tanta delicadeza e beleza, então não consegui me segurar e iniciei a leitura logo no mesmo dia.

  • RESENHA

    Resenha | Nove Desconhecidos, Liane Moriarty + Intrínsecos

    Me surpreendo toda vez que pego um livro da Liane Moriarty pra ler. Sua escrita é incrivelmente envolvente e em poucas páginas você é capaz de estar familiarizado com os personagens. Ela sabe trabalhar perfeitamente bem as características de vários deles ao mesmo, e além de usufruir do seu particular humor divertido e um tanto ácido, ela também nos faz refletir muito.

  • A Roda do Tempo

    O Sistema de Magia em A Roda do Tempo

    Olá abduzidos, tudo bem com vocês?

    Após um tempinho, estou de volta com a série de postagens que visa destrinchar os 5 motivos para ler A Roda do Tempo. Para quem ainda não conhece, esta é uma série de fantasia épica composta por catorze livros e um prequel. Até então, os seis primeiros livros foram lançados aqui no Brasil pela editora Intrínseca. Hoje é dia de falar sobre o sistema de magia, que à primeira vista parece simples, mas vai se mostrando complexo no decorrer dos livros. Não deixe de conferir as postagens anteriores da série, sobre o mundo e o enredo.

  • RESENHA

    Resenha | A Cidade de Bronze, S. A. Chakraborty

    Admito que comprei A Cidade de Bronze pela capa, sem saber praticamente nada sobre a história. Isso é realmente raro, porque sempre procuro algumas coisas sobre o livro, seja a premissa ou mesmo opiniões antes de realizar a compra. Após finalizar a leitura, o melhor de tudo foi perceber que a história condiz com toda a beleza externa – eu me vi igualmente maravilhada pela sua trama e ambientação.

  • RESENHAS

    Resenha | Leve-me com Você, Catherine Ryan Hyde

    Perdi as contas de quantos vídeos e resenhas já vi sobre Leve-me com Você. O meu interesse pela história foi surgindo aos poucos, cada vez que via alguém se declarando a ela. Quando comecei a leitura, praticamente já sabia da premissa de cor, mas não fazia ideia que as suas mensagens me atingiriam com tanta intensidade.

  • RESENHA

    Resenha | Os Noivos do Inverno, Christelle Dabos

    Eu não pretendia ler Os Noivos do Inverno agora, mas estava organizando a prateleira onde o livro fica e o peguei para dar uma folheada na edição – quem é leitor sabe o quanto é prazeroso ficar babando nos livros.  Abrir a primeira página foi um caminho sem volta, porque eu me deparei com uma escrita tão gostosa e peculiar que simplesmente não consegui mais largar.