• Resenha | Joyland – Stephen King

    Sempre que vou falar de algum livro de Stephen King acabo deixando bem claro que minha relação com o autor não começou das melhores. Li dois livros dele pela primeira vez em 2014, e acabei detestando. Não vou citar aqui quais foram porque não quero causar uma má influência. Mas ano passado, após a insistência de alguns amigos que amam o autor, resolvi dar mais uma chance. King começou a me ganhar com O Iluminado, It, a Coisa, mas me fisgou de verdade, a ponto de eu pensar: “caramba, quero ler tudo desse homem!”, foi esse livro que vou tentar passar minha experiência a vocês: Joyland.  Quero deixar bem claro que, acredito que eu li mais de 100 livros depois que acabei Joyland, então não vou lembrar da história 100%, mas prometo que vou me esforçar.