• Resenha | Leonardo da Vinci – Walter Isaacson

    “Se o amor não existe, o que existe então?”

    História é uma ciência da área de humanas que nos permite fazer um estudo reflexivo e crítico sobre o passado, percebendo a evolução do modo de vida, de novas descobertas e através da transformação do pensamento humano. E um dos períodos mais fascinantes dessa transformação do “homem” em seu ambiente ocorre durante a transição entre o período que historiadores chamam de Idade Média, com o fim do feudalismo, para a Idade Moderna, onde as pessoas começam a deixar de viver no campo e se entregam a um novo estilo de vida em que as cidades foram crescendo, novas profissões ou ofícios aparecendo, expansionismo comercial e a filosofia moral chamada de humanismo, que coloca o ser humano no centro do mundo, e não mais a figura de Deus como o centro de todas as coisas. O Humanismo ajudou na transformação do pensamento e seu efeito é nítido no surgimento de novas ciências, nas artes e na desmitificação do universo. E é nesse período de renascimento de novas ideias que surge uma das figuras mais impressionantes da nossa história: Leonardo da Vinci.