• RESENHA

    Resenha | Filhos de Sangue e Osso, Tomi Adeyeme

    Iniciar um livro com muita hype sempre é difícil. Você precisa se controlar para não ir com muita sede ao pote, porque isso pode acabar prejudicando a leitura. Geralmente quando adquiro um livro muito desejado, só inicio a leitura no momento em que consegui controlar as expectativas. Com Filhos de Sangue e Osso isso não foi possível. Sabendo dos riscos, decidi encará-la mesmo assim, torcendo pra ela não ficar à baixo do que eu esperava e me surpreender de alguma forma.