Resenha | O que Alice Esqueceu – Liane Moriarty

Você consegue se imaginar acordando após um acidente e descobrir que esqueceu os dez últimos anos da sua vida? Para piorar a situação, tudo está diferente. Nada é como você planejou ou imaginou. Você não reconhece mais as pessoas, sua família e muito menos você mesmo.

É exatamente isso o que acontece com Alice. Sua última lembrança é de quando era uma mulher jovem, recém-casada com um marido apaixonado, esperando seu primeiro filho e muito ansiosa para decorar a sua casa nova. Agora Alice se vê numa situação completamente diferente. Sua casa é linda e luxuosa, tem três filhos e ainda por cima está sarada, com a barriga incrivelmente chapada. Está distante de sua mãe e irmã – esta última, no qual era um grude. E também está passando por um processo conturbado de divórcio.

O mais assustador é que Alice, além de não compreender a realidade ao seu redor, não é capaz de entender como é que mudou tanto. Ela se transformou em uma mulher séria, sistemática (até demais) e obcecada por organização, exatamente o oposto de como ela é.

Não sabia muito bem o que esperar do meu primeiro contato com Liane Moriarty, mas de uma coisa tenho certeza. O tom descontraído e divertido da história me pegou de surpresa. Confesso que eu esperava algo um pouco mais sério e denso, mas não houve motivo para me decepcionar por causa disso. A autora conseguiu inserir uma porção de questionamentos importantes como vida doméstica, relações familiares e entre outras coisas ao longo de sua narrativa. Com a mesma facilidade que ela te faz sorrir, ela também te angustia e te faz refletir muito.

A narrativa se desenvolve através de três pontos de vista. Na maior parte do tempo, acompanhamos a incomum situação de Alice, buscando compreender tudo ao seu redor. Também temos acesso ao diário de Elisabeth, a irmã mais velha de Alice, onde, a conselho de seu psiquiatra, registra todos os seus momentos e pensamentos mais profundos do dia-a-dia. Essas anotações contribuem com a trama principal e nós podemos compreender um pouco mais sobre quem realmente Alice é, mas Elisabeth também possui seus próprios dilemas, e eles são responsáveis pelas maiores cargas emocionais do livro. Por outro lado, desfrutamos do divertido blog da “bisavó” Frannie, que funciona como um alívio cômico muito bem-vindo para a trama. Quem leu o livro saberá o motivo das aspas 😛

Além da escrita simples e fluida de Liane, motivações para uma leitura rápida, você engole as páginas com o intuito de descobrir tudo o que Alice esqueceu. Quais foram os fatores cruciais que a fizeram mudar tanto. Quem são seus três filhos lindos e espirituosos. O que aconteceu com o seu casamento. Como foi que se distanciou tanto de sua irmã. O mais legal da narrativa de Liane, é como ela é capaz de te enganar. Diante de um vestígio promissor, sua cabeça começa a funcionar a todo vapor quando ela surge e te dá uma rasteira daquelas. Pode ter certeza de que nada é como você imagina. A solução pode ser mais simples do que você espera, mas ainda assim capaz de te surpreender.

Resultado de imagem para friends giphy

Se você parar para pensar, não é preciso de uma pancada na cabeça para olhar para trás e se perguntar, como é que chegou até aqui? Como foi que mudou tanto? O choque entre as duas Alices, a mais jovem e a experiente, me fez pensar muito sobre como lidamos com as transformações. Mesmo que você planeje e sonhe uma vida perfeita, somos moldados pelos acontecimentos e pelas pessoas que cruzam o nosso caminho.

E o mais importante de tudo, é o quanto essa análise pode ser benéfica para você mesmo. O que o eu antigo acharia do meu eu do futuro? É possível resgatar algo do meu espírito jovial e inocente para mesclar com a minha personalidade experiente? Qual seria o resultado disso? Como vocês podem perceber, o livro gera uma série de reflexões interessantes, e só por isso já acho que ele vale muito a pena.

No mais, o livro é muito bem aproveitado, da primeira até a sua última página. Não é uma história perfeita, admito. Uma coisinha aqui e outra ali me incomodaram um pouco, mas a partir do momento que encarei a leitura como uma “comédia”, também me dispus a relevar certas coisas. Conforme o final foi se aproximando, me senti angustiada pela forma como a história estava se estabelecendo. Mas o incrível epílogo apareceu como um presente, amarrou e encerrou a história com chave de ouro, e também me deixou muito aliviada. Agora sinto a necessidade de ler tudo que Liane Moriarty escrever. ❤

Exemplar cedido em parceria com a editora.


O que Alice esqueceuTítulo: O que Alice Esqueceu
Autor: Liane Moriarty
Tradução: Julia Romeu
Editora: Intrínseca
Ano: 2018
Páginas: 416
Skoob | Goodreads | Amazon

SINOPSE: Alice tinha certeza de que era feliz: aos 29 anos, casada com Nick, um marido lindo e amoroso, aguardando o nascimento do primeiro filho rodeada pela linda família formada por sua irmã, a mãe atenciosa e a avó. Mas tudo parece ir por água abaixo quando ela acorda no chão da academia… dez anos depois!
Enquanto tenta descobrir o que aconteceu nesse período, Alice percebe que se tornou alguém muito diferente: uma pessoa que não tem quase nada em comum com quem ela era na juventude e, pior, de quem ela não gosta nem um pouco.
Ao retratar a vida doméstica moderna provocando no leitor muitas risadas e surpresas, Liane Moriarty constrói uma narrativa ao mesmo tempo ágil e leve sobre recomeços, o que queremos lembrar e o que nos esforçamos para esquecer.

5 comentários

  • Jéssica Rabelo

    Oii Gisele.
    Ler os livros da Liane Moriarty sempre tem a questão do epílogo. De uma forma ou de outra ele sempre parece devastador e coloca todas as peças no lugar.
    Eu pretendo ler esse livro, mesmo achando que as vezes a Liane peca em alguns pontos que ficam mal resolvidos. Contudo, ainda acredito no poder de sua história.
    Ótima resenha
    Beijos.

  • Viviane Almeida

    Olá Gisele, tudo bem? Eu ainda não tive a oportunidade de ler nenhum livro dessa autora, a Liane parece que escreve super bem e as histórias são um pouco triste..rs! Tenho em minha casa o livro: O segredo do meu marido mas, como tenho muitas leituras atrasadas preciso deixar ele para depois.
    Eu gostei muito da sua resenha e espero conseguir ler esse livro dela ainda esse ano, mesmo deixando alguns pontos mau resolvidos nas histórias.

    Beijos e Abraços Vivi
    Resenhas da Viviane

  • fabiely

    Nossa!! Ameei a proposta! Sempre via esse livro no instagram. achava a capa incrível, mais após ler sua resenha já o adicionei a lista!
    Sem dúvidas uma leitura que nos permite refletir quando chegamos ao final.
    Fiquei muito curiosa para saber quais os rumos levaram Alice até sua atual situação, e como se readequará a sua nova realidade. Sem dúvidas me pareceu uma leitura enriquecedora!
    Beijos

  • Bruna Rodrigues

    SIMPLISMENTE UAUU, eu já li outro livro da autora e senti o mesmo que você, até sem ter lido este livro eu acabei refletindo seriamente o meu eu de antes e o meu eu de agora e as coisas saíram tanto do meu controle :/ você vai adorar os outros livros da autora … bjs

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *