Melhores Leituras de 2017 | Top 12

Olá, abduzidos!

Tudo pronto para divulgar o meu top 10, aos 45 do segundo tempo eu terminei de ler O Navio Arcano, um calhamaço que atrapalhou todo o meu cronograma. Só que, também na hora de colocar as escolhas no papel, me lembrei de um livro que não poderia ficar de fora. Então, ao invés de ficar na sofrência (de novo, porque chegar ao top 10 não foi fácil), decidi ser diferentona e mostrar pra vocês as minhas 12 melhores leituras de 2017.

Para conseguir chegar a esse número, eu decidi estabelecer uma única regra, que é não repetir o autor e escolher uma única obra para representar o seu lugar no palanque. A partir do top 3 não existe uma ordem de preferência, todos os livros estão em pé de igualdade para mim.

Que rufem os tambores!

1) Ascensão da Sombra (A Roda do Tempo #4), Robert Jordan.

A Ascensão da Sombra

Pensa em um livro de fantasia bom? Agora pensa em um livro melhor ainda? Ascensão da Sombra está em um lugar privilegiado no topo de melhores livros de fantasia que já li. A série A Roda do Tempo já era uma das minhas favoritas, mas com Ascensão da Sombra ela veio com tudo e conquistou o meu coração de vez, se consagrando como minha série preferida. A infinidade de sentimentos que esse livro despertou em mim é absurda. Se você gosta do gênero de alta fantasia, ou fantasia épica, não sabe o que está perdendo ao deixar de ler essa série.

5 Motivos para ler | Skoob | Amazon


2) A Canção do Sangue (A Sombra do Corvo #1), Anthony Ryan.

A Canção do SangueO que contribuiu para eu ter gostado desta história foi o fator surpresa. Eu não estava preparada para gostar tanto, porque o livro não é lá muito popular. Com uma narrativa simples, o autor nos apresenta uma história recheada, com um universo muito bem estruturado, maquinações políticas, cenas de ação e personagens muito bem desenvolvidos – ponto principal do livro. É uma história que te pega desprevenido em diversos momentos e apresenta sensações incomuns durante a leitura.

Resenha | Skoob | Amazon

 


3) A Longa Viagem a Um Pequeno Planeta Hostil (Wayfarers #1), Becky Chambers.*

A Longa Viagem a Um Pequeno Planeta HostilEsse é o tipo de livro essencial, que todo mundo deveria ler. Ele chegou de mansinho, com uma história aparentemente simples, mas que com o passar das páginas acaba te arrebatando de forma intensa. Com os principais elementos para uma boa história sci-fi, este livro fala sobre pessoas, na construção, no desenvolvimento e na relação que elas têm entre si. É o que torna esse livro tão especial.

Resenha | Skoob | Amazon

 


4) O Temor do Sábio (Crônica do Matador do Rei #2), Patrick Rothfuss.

O Temor do SábioO segundo livro da Crônica do Matador do Rei foi ainda melhor que o primeiro. Os sentimentos que o autor é capaz de transmitir através das palavras desperta em mim uma emoção muito grande. A forma com que Rothfuss conduz a história transborda emoção e sem muito esforço você se vê na pele de Kvothe, vivenciando cada estado de espírito do personagem. Neste livro, tanto o desenvolvimento dos personagens quanto a relação que eles têm entre si foram melhor aproveitadas do que no primeiro livro. Agora faço parte do clube de leitores sofredores que esperam o último livro da trilogia.

Resenha | Skoob | Amazon


5) Jardins da Lua (O Livro Malazano dos Caídos #1), Esteven Erikson.*

Jardins da LuaSim, the hype is real! Apesar de todo o hype em cima do lançamento de Jardins da Lua, que faz parte de uma das séries de fantasia mais bem faladas lá fora, a expectativa não conseguiu me atrapalhar em nada durante a leitura, porque o livro é realmente bom.  É o tipo de livro que você agradece por gostar tanto de ler, no qual você, leitor de fantasia, irá se deleitar. Estou muito ansiosa para ler a continuação.

Skoob | Amazon

 


6) Nevernight (Crônicas da Quasinoite #1), Jay Kristoff.*

NevernightNão há nada melhor do que pegar um livro com as expectativas lá nas alturas, e mesmo assim ele conseguir em muito superá-las. Eu fiquei encantada. E muito surpresa com essa história. O mundo que Jay Kristoff criou é completo, consistente, obscuro e ao mesmo tempo brilhante. A cultura, mitologia e criaturas mágicas me deixaram maravilhada. Sabe quando você quer mais? As seiscentas páginas do livro não foram o suficiente para mim. Não vejo a hora de ler Godsgrave, a continuação.

Resenha | Skoob | Amazon

 


7) Crooked Kingdom (Six of Crows #2), Leigh Bardugo.*

Crooked Kingdom - Vingança e RedençãoTenho uma quedinha por personagens. Aprecio uma boa história, criação de mundo e sistema de magia bem elaborados, mas a história me fisga de verdade através dos seus personagens. E eu amo os personagens dessa história. O Universo Grisha já tinha me conquistado desde a primeira trilogia de Leigh Bardugo, mas o grande diferencial da duologia Six of Crows está na genialidade da criação dos seus personagens, que são complexos, fascinantes e incrivelmente reais.

Resenha | Resenha Duologia | Skoob | Amazon

 


8) Duna (Duna #1), Frank Herbert.**

DunaHá muito tempo eu queria me aventurar nas areias de Duna, só que desde quando descobri que a editora Aleph estava pretendendo relançar os volumes da série, decidi esperar. Valeu muito a pena, porque a edição está magnífica e dá orgulho de ter na estante. E a história é incrível, digna de um grande clássico.

Curiosidades | Skoob | Amazon

 

 


9) A Canção da Espada (Crônicas Saxônicas #4), Bernard Cornwell.

A Canção da EspadaO efeito Cornwell é devastador. A cada livro que leio dele, este se torna o meu mais novo favorito. As Crônicas Saxônicas me tirou um pouco da minha zona de conforto, porque nessa série temos  cenas de guerra com muita ação e luta explícitas, daquelas que você sente o sangue espichar na sua cara e o cheiro de morte enquanto lê. A maior surpresa foi descobrir que eu amei essa história e me vi viciada na série. Como você fez isso, Cornwell?

Skoob | Amazon

 

 


10) Tormenta de Fogo (Executores #2), Brandon Sanderson.*

Tormenta de FogoEstranho seria se Brandon Sanderson não estivesse presente nesta lista, não é? Tormenta de Fogo possui uma atmosfera muito mais madura e densa do que Coração de Aço. É uma história de transição, desenvolvimento e amadurecimento. Cada revelação neste livro foi um baque, que conduziu a trama para um caminho que eu não poderia imaginar. Estou muito ansiosa para ler Calamidade para saber o desfecho dessa história e finalmente entender todos os mistérios que a envolvem.

Resenha | Skoob | Amazon

 


11) As Brigadas Fantasma (Guerra do Velho #2), John Scalzi.*

As Brigadas FantasmaQuando você gosta muito de um livro, fica difícil controlar as expectativas quanto à continuação. As Brigadas Fantasma apresenta momentos de tensão e ação – mesmo este não sendo o forte da história. A narrativa continua deliciosa, fluida e descontraída, com diálogos divertidos e cheios de sarcasmo. Porém, não espere algo no mesmo estilo de Guerra do Velho, porque As Brigadas Fantasma segue um tom bem diferente, mas tão bom quanto.

Resenha | Skoob | Amazon

 

 


12) Navio Arcano (Os Mercadores de Navios-Vivos), Robin Hobb.*

O Navio ArcanoEste aqui é o principal responsável pela confusão do Top 10, que de repente virou Top 12. O Navio Arcano foi a leitura dos 45 minutos do segundo tempo que não pôde deixar de conseguir um espacinho aqui. O livro faz parte da trilogia Os Marcadores de Navios-Vivos e é meu primeiro contato com a Robin Hobb, que também é a autora da Saga do Assassino. Me encantei com a história e a escrita da autora, que nos transporta para dentro da história com muita eficiência e cria seus personagens com muita destreza.

Skoob | Amazon

 


Menções honrosas: As Chamas do Paraíso (A Roda do Tempo #5), O Senhor da Torre (A Sombra do Corvo #2), Six of Crows, A Traidora do Trono*, O Beijo do Vencedor (Trilogia do Vencedor #3)*, Deuses Americanos, Mares de Sangue (Nobres Vigaristas #2) e A Liga da Lei (Mistborn 2ª Era #1)* – que mal comecei, mas já considero pakas, rs.

*Livros lançados em 2017.
**Livros relançados em 2017.


Ufa! Chegar a esse número não foi fácil, diante de um ano com leituras tão maravilhosas que tive. Foram 68 livros lidos, 29 favoritados e pouquíssimas decepções. Sinto que 2018 não ficará muito atrás, e se for só uma parcela do que foi 2017, ficarei imensamente feliz.

E então, o que acharam das minhas leituras? Me conta se o seu ano foi tão bom quanto o meu. Nos vemos em 2018. <3

14 comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *