5 Motivos

5 motivos para ler | Inferior é o Car*lhø, Angela Saini

Temos diversas formas de mostrar como o machismo está enraizado em nossa sociedade. Angela Saini escolheu desmistificar a ciência, mostrando como ela se equivocou no passado. Ela joga luz em diversas questões que esclarecem as mentiras que a ciência propagou sobre as mulheres e como isso contribuiu na desigualdade entre os gêneros. Essa desigualdade não surgiu por acaso, ela é o reflexo de uma sociedade que há muito tempo se equivocou ao designar o papel da mulher.

#1 | DESMISTIFICANDO A CIÊNCIA

A ciência é responsável por justificar como o universo funciona. Em palavras conhecidas, ela é responsável por descobrir de onde viemos e para onde vamos. Entretanto, ela não é intocável. Muitas vezes ela pode se mostrar inexata, principalmente porque sua verdade pode ser originada de forma parcial. O maior exemplo disso está nas primeiras páginas do livro, onde Angela aponta as ideias equivocadas de Charles Darwin a respeito das mulheres.

Darwin trouxe grandes contribuições para a teoria evolutiva, mas algumas de suas ideias não foram precisas, como quando afirmou que as mulheres eram menos evoluídas que os homens. Assim como ele, outros cientistas compartilharam do seu equívoco porque foram influenciados pelas atitudes de sua época.

Angela apresenta inúmeras pesquisas que tentam mostrar como as mulheres são inferiores aos homens em diversas áreas, principalmente aquelas relacionadas às ciências exatas e também as que exigem aptidão física. Em seguida ela aponta os detalhes parciais e falhos desses estudos, exibindo também pesquisas modernas e amplas, que desencorajam as análises tendenciosas.

“Palavras que soariam tremendamente ofensivas em um jantar podem parecer muitíssimo plausíveis quando saem da boca de alguém que está vestindo um jaleco de laboratório”.

#2 | PASSADO QUE ASSOMBRA

A desigualdade entre os sexos é reflexo de uma sociedade, não um aspecto biológico. Entretanto, os embasamentos equivocados da ciência refletem e prejudicam o cotidiano das mulheres até os dias atuais.

Ainda hoje enfrentamos essas ideias ultrapassadas e sem base. A falta de estímulo em áreas da ciência e tecnologia, as desigualdades salariais, a responsabilidade pelo trabalho doméstico e pelos filhos, os inúmeros preconceitos, o assédio no trabalho. Essas são as consequências de uma sociedade que há muito tempo negligencia o papel da mulher.

“Os vitorianos, Darwin entre eles, acreditavam de fato que as mulheres eram naturalmente tímidas, recatadas e passivas. A sexualidade feminina havia sido reprimida por tanto tempo que os cientistas nem sequer questionavam se esse recato e essa submissão poderiam não ser de ordem biológica.”

#3 | HEROÍNAS DA VIDA REAL

Através das inúmeras pesquisas exibidas por Saini, o livro nos apresenta um compilado de nomes que eu não conhecia, mas que são os grandes responsáveis por finalmente estarmos nos libertando das amarras do passado. Após finalizar o livro, minha lista de heroínas reais está consideravelmente maior, então não vejo a hora de expandir o meu conhecimento sobre elas.

O livro nos apresenta desde a figuras que foram essenciais na história do feminismo, como a escritora Charlotte Perkins Gilman, que há um século se mostrou estar a frente do seu tempo ao levantar questionamentos extremamente atuais, até incríveis mulheres na área da ciência, que são as responsáveis por desmentir os estudos falhos e parciais do passado.  

#4 | INFERIOR É O CAR*LHø

A principal questão do livro é mostrar que há sim diferenças biológicas entre homens e mulheres, mas essas distinções não precisam estar relacionadas com inferioridade ou superioridade. A desigualdade é muito mais social e cultural do que biológica.

Nós, mulheres, vivemos incessantemente tendo que superar os preconceitos para mostrar o nosso valor, sendo que para os homens, o caminho é muito mais fácil. Por isso uma comparação direta, sem levar em consideração os pormenores, é infundada. Assim como a nossa sociedade, a ciência também caminha a passos lentos para se ver livre de preconceitos, mas ainda assim é um começo. Angela Saini busca reunir várias pesquisas que contribuem com a nossa nova forma de pensar, que bate de frente com as estatísticas tendenciosas do passado, que provam que não somos inferiores.

“Feminista é apenas alguém que defende a igualdade de oportunidades para ambos os sexos. Em outras palavras, é ser democrático. E somos todos feministas, ou deveríamos nos envergonhar de não ser”. Hrdy

#5 | INFERIOR NUNCA MAIS

Inferior é um livro poderoso. Foram inúmeras as vezes em que o encarei, maravilhada com tudo o que estava em minhas mãos. A leitura foi realizada aos poucos, porque entendi que precisava de tempo para absorver todo o seu conteúdo. O mais surpreendente de tudo foi perceber como ela se refletiu no meu dia a dia, como me transformei e como passei a encarar de forma diferente algumas situações.

Ainda somos assombrados por mitos do passado, mas para mudar isso é necessário compreender tudo desde a sua origem, tanto para não deixarmos que as coisas se repitam, quanto para exigirmos justiça. “São os fatos que nos darão o poder de transformar a sociedade para melhor, uma sociedade que trata a todos nós como iguais”.


Para finalizar, recomendo a vocês um livro rico e poderoso. Como já disse, levei um tempo para realizar essa leitura, porque além dela ser um pouco densa, também entendi que precisava de um tempo para digerir tudo e não deixar passar nenhum aprendizado. Angela Saini organizou seu livro de forma inteligente, separando os capítulos por temas, apresentando e desmistificando cada equívoco com integridade, através de muita pesquisa. Outro detalhe interessante é que o desfecho de cada capítulo apresenta um gancho para o próximo tema, então uma coisa leva a outra.  

A minha vontade é obter vários livros deste para sair distribuindo por aí. Há muita verdade nessas páginas em que as pessoas precisam conhecer para repensar suas atitudes. Para as meninas, gostaria muito que elas se sentissem como eu, depois que finalizei essa leitura. Mais firme e empoderada, porque inferior nunca mais.

Exemplar cedido em parceria com a editora.


Inferior é o Car*lhø

Título: Inferior é o Car*lhø
Autora: Angela Saini
Tradução: Giovanna Louise Libralon
Editora: Darkside Books
Ano: 2018
Páginas: 320
Skoob | Goodreads | Darkside | Amazon

Sinopse: Existem alguns “fatos” sobre as diferenças entre os sexos que nós crescemos sabendo. Homens são fortes, durões, mais inclinados à promiscuidade e melhores ao estacionar carros. Mulheres são mais sensíveis, menos intelectuais, não tão favoráveis ao sexo casual e são melhores cuidando da família. Certo?
Errado.

7 Comentários

  • Fe Akemi

    Oie!

    Esse livro traz uma leitura forte e muito importante. Se não fosse por sua resenha, que já me deixou fascinada por essa leitura, dificilmente eu repararia, por quase não ler livros não ficcionais. Preciso mudar isso.
    Os quotes escolhidos já dizem muita coisa e pensar que as coisas vem de longe e depois de tanto tempo e tantos avanços, ainda perduram.
    Um livro poderoso e leitura obrigatória, ainda mais quando termina assim, mais forte e mais confiante. Gostaria de ter essa experiência também.
    A edição já vi que está uma beleza, a Darkside não decepciona.

    bjs

  • Isadora Alexandrina dos Santos Leite

    Isa do @leportraitdeisa

    Estou aplaudindo de pé aqui. O livro, a resenha!

    Suas palavras são incríveis, o texto o que você nos falou sobre o livro e sobre seus pensamentos , meu nossa estou realmente admirada, quero mais do que nunca ler esse livro agora mesmo e ser testemunha desse relato magnifico de que existe sim diferenças biológicas, sociais e culturais e que isso veio de um lugar e não foi inventado ou infundado.

    Um livro para desmistificar o Feminismo e mostrar o que é realmente ser feminista! Incrível.

    Bravo!!

  • Viviane Ferreira Oliveira

    Apesar de o título não ser do meu agrado (ahhh tem crianças lendo ele na livraria ne), eu percebo como é rico em conteúdo e com certeza deve aumentar muito nossa lista de heroínas reais!
    Admiro a elaboração das ideias, são muito bem colocadas e passam muitas verdades!
    É um livro que chegou no momento certo.

    osenhordoslivrosblog.wordpress.com

  • Jessica Rabelo

    Oi Gisele.
    Livros que incomodam são quase tão necessários como para fazer sonhar. Imagino que esse é uma ponte entre as duas coisas, pois não somente tem uma grande mensagem, como nos mostra como o passado foi desfavorável.
    Estou escrevendo meu TCC em feminismo. E graças a você, mais uma indicação de leitura para complementar.
    Obrigado.
    Beijos.

  • Joyce Santos

    Olá Gisele, uma obra como essa é para leitura ser realizada aos poucos mesmo.
    Confesso que obras assim muito densas eu tenho muita dificuldade de digerir por conta do meu déficit de atenção que tem piorando bastante, acho que por conta da ansiedade em resolver pequenas bobagens.
    Mas seria um livro que eu leria sim, principalmente se tratando desse tema tão importante para nós mulheres.
    Ótima resenha como sempre, bjocas.

  • Eloise

    Ei Gisele,

    Aplaudindo de pé este livro! Obrigada pelos 5 motivos, mais uma vez você me fez comprar um livro. Adorei demais a proposta da autora, adoro leituras assim que nos apresentam estudos e pesquisas, mostrando erros e acertos destas, e o que isso afetou e ainda afeta em nossa sociedade. Acredito que seja uma leitura densa mesmo, mas acho até mais interessante assim, ler aos poucos e passar por essas reflexões, transformação e amadurecimento junto com a leitura. NECESSITO!

    Bjokas!
    http://cronicasdeeloise.blogspot.com/

  • Mari

    Olá!

    Toda vez que vejo algo sobre esse livro minha vontade de o ler só aumenta, mas é uma pena que o valor esteja acima do meu orçamento permite, mas toda vez que leio alguma resenha ou post como esse seu – muito bem feito, devo dizer- são sempre com opiniões positivas! Ansiosa para essa leitura!

    Ah, amei tuas fotos!

    Beijos,
    Blog Diversamente

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *